A cópia foi bem feita. Com o sucesso rápido do Reels — ou irmão gêmeo do TikTok — no Instagram, agora, a ferramenta está sendo testada para entrar também no Facebook.

A ideia é fazer isso com uma integração entre os dois aplicativos, permitindo que um usuário publique o seu vídeo ao mesmo tempo nos dois apps.

A lógica é simples: Aumentar o alcance dos produtores de conteúdo — e de dancinhas, claro — para atingir também o público do FB, que parece gostar de assistir a vídeos, já que eles correspondem a quase 50% do tempo gasto pelo usuários da plataforma.

Mas qual será o resultado? Os baby boomers — pouco mais de 10% dos nosso leitores — vão gastar ainda mais tempo depois de conhecer o scroll up mais viciante da internet, ou o modelo pega mesmo só com a garotada?

Tio Zuck não quer deixar essa resposta só com o tempo… O Facebook confirmou que vai somar programas de bônus adicionais — voltados ao FB Reels — ao gasto de US$ 1 bilhão focado em incentivar criadores do Facebook e do Instagram.

O que mais é destaque NA BASE DE CONHECIMENTO?

Com foco no SEO. YouTube adiciona listas de capítulos de vídeo na pesquisa
É só assinar. Twitter experimenta permitir assinatura de newsletters pelo perfil do usuário.

Ei antes de sair segue o nosso perfil no Instagram >>> Wellington Feitosa – Posicionamento Digital

Entre no Nosso Grupo VIP do WhatsApp

Conteúdos exclusivos todos os dias.

WhatsApp

Sujeito a aprovação

Vamos Turbinar seu Crescimento Online

Quero uma Consultoria Gratuita

falecom@wellingtonfeitosa.com